Pages

domingo, 29 de maio de 2011

Meu conto de fada (imaginário)?!

  
    Eu realmente achei que ele viria em um cavalo branco, me daria um beijo apaixonado seguido de juras de amor eterno e tudo ficaria bem. Ok, minha fantasia não iria se completar porque eu estava de uniforme e ele também, eu estava em uma aula chata de Química inventando histórias de contos de fadas e ele deveria estar com seu bando de amigos discutindo alguma partida de futebol ou falando o quanto bebeu no fim de semana. Ele estava em qualquer lugar menos aonde ele deveria estar, que seria ao meu lado. 
   Eu realmente estava muito brava. Brava por ele não me dar a atenção que eu queria e brava comigo, por não ter atrativos suficientes para tê-lo só pra mim.
  Ah, o amor só complica o que já é complicado, não é?
  Acho que estava na hora de terminar esse meu envolvimento e desatar o nó que está feito em meu coração. É isso aí! Encho meus pulmões de ar, procuro toda coragem e determinação que existe em mim e vou ao encontro dele. Vou dizer tudo o que eu penso e dar um ponto final nisso. Mentalmente, eu já ensaiava o que eu iria falar. Claro que eu iria dizer o famoso "O problema não é você, sou eu" e desejar tudo de bom e ir embora.
  Mas eu o amava.
  Amava muito. Amava além da conta.
  Mas isso não importa agora não é? Eu ia dar um final a tudo isso e talvez eu me sentisse melhor.
Fico frente a frente com aqueles olhos que um dia já me encantaram (e ainda encantam?!) e já estou pronta para cuspir aquelas palavras que mentalmente eu vim ensaiando.
Nesse exato momento, ele me beija. Me beija de um jeito diferente, de um jeito apaixonado.
  O que eu ia fazer mesmo?
  Acho que esqueci.

Na sintonia de: Band of Horses - Dilly ♪

1 pessoas "cronicaram" para mim!:

Jullie disse...

Adorei o texto :)

 
Template by tumblr.com Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a criação de obras derivativas 3.0 Brasil License.